Licantropo - Maldição de Sangue

Na sexta-feira, dia 15/01, iniciaremos a pré-venda do pacote duplo BRUXO - PACTO DAS SOMBRAS e LICANTROPO - MALDIÇÃO DE SANGUE e estamos falando em como serão estes dois livros.


Ontem falamos um pouco sobre os Bruxos, poderosos humanos capazes de conjurar feitiços devastadores. Hoje é a vez de humanos que herdaram ou foram contaminados por uma terrível maldição divina, que os torna criaturas incontroláveis, predadores famintos por carne humana!


Presenciem o horror de LICANTROPO - MALDIÇÃO DE SANGUE!


Herdeiros de Licaão, o Rei Grego amaldiçoado por sua maldade, estes seres carregam em seu sangue a maldição que faz deles predadores de homens, monstros sem compaixão cujo único alimento que os sacia é a carne e o sangue daqueles que foram seus iguais.


Relegados no passado aos ermos dada sua bestialidade, estes seres eram tomados por uma fúria incontrolável a cada aparecimento da lua cheia, invadindo vilas e destroçando tudo que vissem pela frente.


A descoberta de seus poderes e fraquezas veio aos poucos. Repararam que a fome era poderosa, mas poderia ser controlada aos poucos e minimamente saciada com carne animal crua. Isto os tornava mais fracos, mas permitia que eles controlassem com maior facilidade os rompantes de fúria e, com dificuldades, até vivessem próximos de povoados.


Toda a prole dos Licantropos, como viriam a ser nomeados os monstros, assumia a maldição tão logo alcançasse a puberdade. Da mesma forma, todos que fossem mordidos por estas criaturas e milagrosamente sobrevivessem ao ataque, seriam amaldiçoados com a maldição de sangue.


Mas, por mais que buscassem se controlar, todos os Licantropos não conseguiam resistir ao chamado da lua cheia. Nestes dias, o Filho de Licaão assume sua mais bestial forma e torna-se cego em sua fúria. Caso não seja detido, destruirá tudo o que estiver na sua frente e devorará toda carne humana que encontrar. Apenas a prata parece surtir efeito contra estas máquinas de destruição, mas poucos conseguem feri-los rápido o suficiente para destruí-los.


Em contrapartida, a maldição traz um poder imenso aos Licantropos: eles possuem corpos e sentidos poderosos, além de auras sobrenaturais que influenciam aqueles ao seu redor das mais diversas formas. Além disto, eles conseguem mimetizar muitas habilidades e características físicas de diversos animais, fazendo com que pessoas que observem um Licantropo muitas vezes testemunhe que o mesmo possui elementos de animais comuns a região onde ele habita.


O LIVRO

O jogo LICANTROPO - MALDIÇÃO DE SANGUE será apresentado em um livreto com capa em papel Supremo com 250 g/m2 e miolo com 72 páginas de papel Offset 90 g/m2, totalmente colorido.

Ele seguirá o mesmo padrão do VAMPIRO - SOZINHO NA ESCURIDÃO e do BRUXO - PACTO DAS SOMBRAS e é totalmente compatível com estes, podendo ser jogado em conjunto sem dificuldades.


AS LINHAGENS


Mesmo que todos descendam diretamente de Licaão, durante os milênios passados a capacidade metamórfica e evolucionista poderosa dos Licantropos acabaram por criar diversas linhagens diferenciadas, acostumadas com os biomas onde se instalaram ao se espalharem pelo mundo.


Como predadores que são e sempre em busca de deixar para trás pistas de sua existência e os crimes cometidos, não é incomum que um Licantropo de determinada região acabe por migrar para outra bem distante, entrando em contato com outras linhagens e, consequentemente, gerando os mais diversos monstros.


Seguem abaixo as linhagens mais comuns dos Filhos de Licaão que se encontram espalhadas pelo mundo:


  • Arbac-Apuhc: Licantropos que se desenvolveram na região Ibérica da Europa, são os maiores caçadores dentre os seus, com instintos incrivelmente aguçados e grande sagacidade na caça de suas presas.

  • Hamtammr: segundo a mitologia nórdica, estes Licantropos descendem do mitológico lobo Hati, filho do terrível lobo Fenrir. São combatentes terríveis e sanguinários, muitas vezes confundidos com os guerreiros Berserkers.

  • Loup-Garou: os mais rápidos dentre os Licantropos, estes monstros que se desenvolveram na região da França evitam combates diretos, preferindo utilizar sua velocidade assombrosa para caçar seus adversários.

  • Luison: estes Licantropos desenvolveram suas incríveis habilidades de sobrevivência, camuflagem e armas naturais ao se espalharem pelas densas matas da América do Sul.

  • Óboroten: fortes como os mais poderosos ursos, estes Licantropos se desenvolveram nas frias e inclementes planícies russas, onde se tornaram os mais poderosos predadores da região.

  • Volkodlak: estes Licantropos que se desenvolveram em meio aos povos eslavos são tão resistentes a ferimentos e possuem tamanha regeneração física que receberam a alcunha de imortais.

A FORMA MONSTRUOSA E OS MIMETISMOS


Todos os Licantropos possuem a incrível habilidade de copiar habilidades animais variadas, seja em sua forma monstruosa, seja no seu dia a dia. Tais poderes são diversos como as Linhagens existentes, permitindo que estas criaturas sejam adversários temidos não importa a forma em que estejam.


Além dos Mimetismos, todo Licantropo assume nas noites de lua cheia sua forma monstruosa, tornando-se uma máquina de matar que caçará incessantemente, matando e devorando todos que encontrar pela frente, além de destruir tudo que o impedir de seguir sua trilha.


Com grande esforço e trazendo um risco imenso para si e para todos a sua volta, os Licantropos conseguem controlar suas formas monstruosas por poucos momentos, normalmente para se proteger de algum inimigo poderoso demais. Mas nunca se sabe se o monstro conseguirá ser controlado depois que deliberadamente despertados!



Esperamos que vocês tenham gostado deste pequeno resumo sobre o LICANTROPO - MALDIÇÃO DE SANGUE e nos colocamos a disposição para dúvidas que vocês tiverem sobre o título!

Amanhã falaremos sobre a pré-venda, descrevendo os pacotes incríveis e aquele precinho camarada já conhecido da 101 GAMES!!!

211 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo